9   +   1   =  

Foi uma noite inesquecível para torcedores do Clube Atlético Carlos Renaux. Entre homenagens e depoimentos de ex-jogadores e ex-presidentes, a Diretoria do Clube Atlético Carlos Renaux recepcionou convidados especiais na Sociedade Bandeirantes para celebrar a passagem dos 100 anos do Vovô do futebol barriga-verde.

A Federação Catarinense de Futebol homenageou o Carlos Renaux pelo momento ímpar da História do Clube. O Presidente da FCF, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, convidado a fazer uso da palavra, destacou a importância do Carlos Renaux no futebol catarinense. “O Carlos Renaux é um patrimônio do futebol catarinense, bicampeão estadual em 1953 e 1954. Parabéns aos torcedores e diretores por resgatar a memória do Vovô e fazê-lo ressurgir no cenário, ainda não no futebol, mas como entidade esportiva de uma tradição distinta e inigualável”.

O Presidente da FCF entregou ao Presidente do Carlos Renaux, Juca Loos, uma placa alusiva ao centenário do clube. Retribuindo a homenagem, o Presidente Juca Loos presenteou o Presidente da FCF com o título sócio honorário do Clube Atlético Carlos Renaux.
Ainda estiveram no evento, o Procurador Jurídico da FCF e Chefe da Delegação da Seleção Catarinense, Rodrigo Capella, o Gerente Financeiro, Arlindo Reis e o Vice-Presidente da CBF, Fábio Nogueira.

Juca Loos e Delfim Pádua Peixoto Filho

Juca Loos e Delfim Pádua Peixoto Filho


Representante da CBF
O Coordenador das Categorias de Base da Seleção Brasileira, Alexandre Gallo, representou a Confederação Brasileira de Futebol no jantar festivo, entregou uma placa da CBF em homenagem aos 100 anos do Carlos Renaux ao Presidente Juca Loos e também falou sobre a data especial. “Muito nos honra representar a CBF num evento de tamanha importância. É um momento histórica, parabéns a todos que fizeram parte da história do Carlos Renaux”, destacou.

Alexandre Gallo e Juca Loos.

Alexandre Gallo e Juca Loos.