Prove que é um ser humano: 1   +   10   =  
IMG-20131022-WA0028-300

Chefe da delegação brasileira, Presidente da FCF acompanhou o treino em Ras Al Khaimah.

Como de costume, véspera de jogo em um novo estádio é dia de conhecer o palco do próximo duelo. Se na quarta-feira a bola rola para Brasil x Honduras, às 20 horas(14 horas de Brasília), no Emirates Club Stadium, em Ras Al Khaima, na terça-feira, a Seleção vai até lá.

De acordo com as regras da FIFA, cada time tem apenas 45 minutos para conhecer o gramado e fazer a bola rolar para se adaptar ao novo palco.

Sendo assim, o técnico Alexandre Gallo comandou uma atividade para que os jogadores se acostumassem com o gramado e com as referências da arquibancada, com lançamentos e passes de curta e longa distância.

No final, como também já virou tradição, não só na Seleção Sub-17, mas em quase todas as equipes de futebol, teve o “rachão.

treino-reconhecimento

Antes do treinamento no campo, o técnico Alexandre Gallo e o lateral-direito Auro concederam entrevista coletiva no estádio.

– Penso que este será o jogo mais difícil da chave, o adversário mais complicado de ser batido. Honduras tem um plano tático bem definido e para enfrentá-los teremos de ter pés no chão e concentração. Não penso em poupar nenhum jogador – respondeu o técnico.

– Sabemos da força de Honduras, mas estamos preparados para a partida. Viemos de dois bons resultados, mas essa partida começa em 0 a 0. Esperamos fazer um bom trabalho novamente – comentou Auro.
coletiva-segundo-jogo
– VEJA A GALERIA DE FOTOS COMPLETA DO TREINO EM RAS AL KHAIMAH

Texto e fotos: www.cbf.com.br