6   +   7   =  

Manifestando apoio ao árbitro gaúcho Márcio Chagas da Silva os integrantes das equipes de arbitragem da Federação Catarinense de Futebol usaram braçadeiras pretas e camisetas alusivas antes das partidas desta 2ª rodada da 2ª fase do Campeonato Catarinense Chevrolet 2014, realizadas neste domingo (09).

Márcio Chagas sofreu ofensas racistas na partida da última 4ª feira (05), em Bento Gonçalves, no Estádio Montanha dos Vinhedos, entre Esportivo e Veranópolis, válida pelo Campeonato Gaúcho 2014 e teve seu automóvel avariado.

O preconceito racial é uma das chagas da sociedade e deve ser combatido todos os dias, não apenas nos esportes, mas nas atitudes cotidianas de cada de um de nós, assim como nesta participação simbólica das equipes de arbitragem de Santa Catarina.

Diga NÃO ao preconceito racial!

Integrantes da arbitragem em Itajaí com as camisas contra o preconceito racial.

Equipe da arbitragem em Itajaí com as camisas contra o preconceito racial.