Prove que é um ser humano: 3   +   10   =  

Num evento inédito para o futebol catarinense, aconteceu durante esta 5ª feira (17) o lançamento oficial da 28ª edição do Campeonato Catarinense da Série B 2014, na sede da SC Clubes, em Florianópolis. Popularmente conhecida como segunda divisão, a competição foi criada em 1986 e foi a primeira grande iniciativa do Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho ao assumir a presidência da Federação Catarinense de Futebol no ano anterior.

Evento de lançamento da Série B foi realizado pela primeira vez em Santa Catarina.

Evento de lançamento da Série B foi realizado pela primeira vez em Santa Catarina.

Várias equipes tradicionais do futebol barriga verde já disputaram a Série B e a edição atual conta com seis clubes que já sentiram a emoção de erguer a taça, campeões e bicampeões: EC Internacional (1990/2000), Blumenau EC (1987), Caçadorense (1989), Concórdia AC (1991), Guarani (2003/2012) e Camboriú FC(2001).

A programação do lançamento da Série B iniciou na parte da manhã com explanações compactas de dirigentes e também palestrantes de áreas técnicas, relacionadas ao campeonato. O Presidente da SC Clubes, anfitriã, Wilfredo Brillinger, deu boas vindas a todos. – Sejam bem vindos a SC Clubes, tenho certeza de que o dia de hoje fica para história e será de grande aprendizado para todos.

Brillinger fez referência especial à presença do Presidente da FCF, Dr. Delfim Peixoto Filho, que foi o primeiro a se pronunciar. “Estamos imbuídos do propósito de melhorar a Série B, nossa Série A está fortalecida com sete dos dez participantes disputando competições nacionais, mas queremos mais e vamos trabalhar para fazer a Série B crescer a cada ano.

A situação envolvendo o Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, firmado entre a FCF e a SC Clubes com o Ministério Público, que impossibilitou a presença de público nos estádios apresentados pelas equipes participantes da Série B, foi o assunto principal abordado pelo Presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Santa Catarina, Robson Vieira, pelo Procurador Jurídico da FCF, Rodrigo Goeldner Capella e pelo Assessor Jurídico da SC Clubes, Sandro Barreto. Ainda sobre o tema, falou o engenheiro civil Renê da Silva, que presta assessoria específica aos clubes catarinenses na área de engenharia.


Logo após, o Presidente da ACESC – Associação dos Cronistas Esportivas de Santa Catarina, entidade que detém a concessão da FCF para o credenciamento dos profissionais de imprensa para acessarem aos estádios em Santa Catarina, jornalista, José Bonifácio Telles, esclareceu aos presidentes de clubes todos os artigos da Legislação Esportiva e dos Regulamentos da FCF e CBF, que estão diretamente relacionados papel dos clubes e ao trabalho dos profissionais de imprensa.

J.B. Telles anunciou também uma novidade aos profissionais da categoria, a criação da credencial específica para eventos organizados pela Federação Catarinense de Futebol, direcionada a veículos de comunicação que não trabalham nos jogos das competições organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol, Séries A, B e D, do Campeonato Brasileiro. Finalizando a manhã de atividades, o Professor da UNISUL, Rafael Andreis, desenvolveu a palestra com o tema “Gestão Aplicada na Realidade de Clubes de Futebol”.

Após a pausa para o almoço, o lançamento do Campeonato Catarinense da Série B encerrou com os dirigentes concedendo entrevistas aos segmentos da imprensa especializada.