Prove que é um ser humano: 3   +   9   =  

Informações: http://mpsc.mp.br
Os quatro clubes catarinenses da Série A aderiram, nesta segunda-feira (1º/6), a uma campanha pela paz nos estádios. A campanha foi debatida em reunião convocada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) com representantes da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Polícia Militar, Polícia Civil, Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina (OAB/SC) e os clubes Figueirense, Avaí, Chapecoense e Joinville.

Foto: http://mpsc.mp.br

Foto: http://mpsc.mp.br


Além da campanha, os clubes também se comprometeram em, no prazo de 30 dias, avaliar o redimensionamento de espaços exclusivos para as torcidas organizadas nos estádios, vinculando o acesso dos torcedores à atualização dos cadastros pelas organizadas. Os quatro clubes decidiram, ainda, que vão estudar uma forma de criar setores para as chamadas “torcidas mistas”, com regras acordadas entre as partes e aprovadas pela Polícia Militar.

“Temos bons exemplos de torcidas mistas em outros Estados do Brasil. Vamos nos balizar nesses bons exemplos para fazer uma proposta para a nossa realidade catarinense”, comentou o Promotor de Justiça Eduardo Paladino, titular da 29ª Promotoria de Justiça da Capital.

O MPSC pretende, também, convocar uma reunião com as torcidas organizadas do Estado e as instituições ligadas ao futebol catarinense para tratar de regras de segurança, responsabilidades e reafirmar a necessidade de atualização do cadastramento junto à FCF.

A campanha
A Campanha aprovada pelas instituições nesta segunda-feira terá o envolvimento da Federação Catarinense de Futebol, que ficou responsável pela criação da arte. Depois, cada clube terá de confeccionar camisetas e faixas, que serão usadas em todos os jogos que envolvam confrontos entre os clubes catarinenses. Os jogadores das duas equipes deverão entrar em campo vestindo as camisetas e estimulando a paz nos estádios. No intervalo do jogo, as equipes desfilarão, ainda, com as faixas

Foto: http://mpsc.mp.br

Foto: http://mpsc.mp.br


Laudos técnicos
As instituições presentes na reunião acordaram uma alteração no Termo de Ajustamento de Conduta assinado em 2013, que trata das vistorias nos estádios. O prazo para os clubes enviarem os laudos técnicos de vistoria dos estádios para a Federação Catarinense de Futebol passou de 65 para 45 dias que antecedem ao início do campeonato. Já o MPSC deve receber os laudos com antecedência mínima de 40 dias.