4   +   5   =  

lutoO futebol catarinense perdeu no fim da noite desta 5ª feira (13) um dos colaboradores mais antigos da história da Federação Catarinense de Futebol, Valmir Fraga. O subtenente da reserva da Polícia Militar ingressou no Departamento de Fiscalização da FCF em meados de 1969 e dedicou mais de 40 anos à Entidade. Valmir Fraga tinha 77 anos e faleceu em decorrência de complicações ocasionadas pelo diabetes. Homem severo, de conduta irrepreensível, características oriundas da formação na academia militar, Valmir Fraga deixa a esposa, oito filhos, nove netos e três bisnetos.

A Presidência da Federação Catarinense de Futebol, bem como os diretores, funcionários e colaboradores da Entidade manifestam sinceras condolências e solidarizam-se aos familiares neste momento de profunda e imensa tristeza pela perda. As honras fúnebres acontecem em Florianópolis, no Cemitério Municipal Itacorubi São Francisco de Assis e o enterro será às 16 horas.

Minuto de silêncio
Em homenagem à memória do valoroso Valmir Fraga, a Diretoria da Federação Catarinense de Futebol determinou que seja respeitado um minuto de silêncio antes de todas as partidas que serão realizadas no Estado pelo Campeonato Brasileiro das Séries A e B e também pelo Campeonato Catarinense Série B 2016.

No destaque da imagem, Valmir Fraga entre o casal de filhos que seguiu sua carreira na Polícia Militar, a Major Edenice Fraga e o Major Evandro Andrade Fraga. Foto: Arquivo familiar.

No destaque da imagem, Valmir Fraga entre o casal de filhos que seguiu sua carreira na Polícia Militar, a Major Edenice Fraga e o Major Evandro Andrade Fraga.
Foto: Arquivo familiar.