4   +   7   =  

FCF recebe dirigentes do Blumenau EC

As denúncias indicando uma possível utilização de um clube filiado, o Blumenau Esporte Clube, em esquema de venda de resultados em competição por ela organizada, motivou a Federação Catarinense de Futebol convocar a presença de dirigentes do clube em sua sede, em Balneário Camboriú.

Na tarde de hoje, o presidente da FCF, Rubens Renato Angelotti recebeu em seu gabinete, o presidente do BEC, Carlos Henrique Zidani,acompanhado do técnico Viton e do apoiador do clube, Neilor José Hostins. Na ocasião, dirigentes blumenauenses informaram que tinham tomado conhecimento das denúncias, reforçadas por observações técnicas apontadas pelo treinador do clube de que alguns resultados não estavam de acordo com a qualidade da equipe e o rendimento técnico esperado.

Na oportunidade, o presidente da FCF destacou que antes do início da Copa Santa Catarina, a entidade já havia alertado o clube sobre denúncias apócrifas e agora desejava saber as providências que foram tomadas, para que o futebol catarinense não fosse manchado por ações inescrupulosas, praticadas por pessoas que buscavam na fragilidade dos atletas a prática do mal.

Necessitamos de ações rápidas e fortes para banir esses malfeitores do nosso futebol, disse o presidente Rubens Renato Angelotti. O presidente do Blumenau Esporte Clube informou que já havia afastado alguns atletas suspeitos e estava dando continuidade às ações preventivas para evitar a repetição dos fatos.

O presidente Angelotti convocou o Procurador Jurídico da FCF, Rodrigo Goeldner Capella, para informar as medidas que a Entidade já estava agilizando. Segundo Rodrigo Capella, já havia sido feito contato com o Dr. Eduardo Paladino da 29ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital, responsável pela área de Defesa do Consumidor, que informou já ter tomado as providências encaminhando a denúncia à Promotoria de Justiça da Comarca de Blumenau, responsável pela área de Defesa do Consumidor.

Igualmente a Dra, Gabriela Móras Schiewe, Procuradora Geral de Justiça Desportiva, que funciona junto ao Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Santa Catarina, informou à FCF que pedirá a abertura de inquérito no TJD para apurar os fatos.

A FCF orientou o Blumenau Esporte Clube a registrar ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Blumenau, com o objetivo é da abertura do competente inquérito policial para investigar as denúncias.

Estiveram presentes ainda no encontro, o Superintendente da FCF, Lédio D´Altoé e os Diretores de Competições Principais, Fábio Marcel Nogueira e de Competições Especiais, Carlos Fernando Crispim.