3   +   3   =  

FCF participa de visita técnica da IFAB sobre o VAR para Federações

A Federação Catarinense de Futebol está representada pelo diretor do Departamento de Arbitragem, Marco Antônio Martins, no Rio de Janeiro, na visita técnica de Árbitro de Vídeo (VAR) da International Football Association Board (IFAB/FIFA) para Federações estaduais do Brasil.
A visita técnica de Árbitro de Vídeo (VAR) da IFAB/FIFA para Federações estaduais do Brasil foi iniciada nesta segunda-feira (19). Com o apoio da CBF, autoridades da FIFA e da Conmebol apresentam o protocolo necessário para usar a ferramenta e compartilham as experiências durante o processo de utilização nas partidas. O evento acontece em um hotel da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A programação foi aberta com a apresentação de Sérgio Corrêa, coordenador do VAR no Brasil, e contou com uma mesa formada por: Ricardo Bretas, gerente de planejamento de VAR da CBF, Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol, Mauro Silva, vice-presidente do departamento de atletas e competições de Federação Paulista de Futebol, Dirk Schlemmer, gerente do departamento de Serviços de Futebol da IFAB, Marcos Marinho, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, e Ênio Gualberto, gerente de licenciamento de clubes da CBF. Cada um falou um pouco sobre a experiência com o projeto. Na sequência, o autor do projeto de Árbitro de Vídeo, Manoel Serapião, fez um panorama sobre o uso do VAR no Brasil.

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, destacou a parceria da CBF com as Federações para um maior conhecimento de tudo o que envolve a implementação do Árbitro de Vídeo.

– Nossa ideia é dar conhecimento aos representantes das Federações interessadas em implementar o Árbitro de Vídeo. Mostrar como é o processo, as dificuldades, necessidade dos treinamentos, tudo o que é necessário para aplicar o VAR. Temos a presença do Dirk, que é do IFAB, e de outras autoridades da arbitragem para passar todas as informações a eles – declarou.

A primeira palestra do dia foi de Wilson Seneme. O presidente da Comissão de Arbitragem da Conmebol falou sobre a experiência da entidade em jogos com o árbitro de vídeo no ano de 2017 e nesta temporada de 2018. Dando continuidade, Dirk Schlemmer fez duas palestras em sequência. A inicial teve como foco as exigências para a aplicação da ferramenta e a segunda falou sobre a capacitação dos árbitros.

Representando a Conmebol, Wilson Seneme mostrou safistação por compartilhar a experiência da entidade com a ferramenta do VAR nas últimas duas temporadas em competições importantes do futebol sul-americano.

– A iniciativa da CBF em organizar um evento como este combina com o que a gente tem feito na Conmebol. É importante porque os estados e as federações começam também a ter ideia do que é o VAR. Vir aqui, passar esta experiência de como foi o desenvolvimento do projeto no ano de 2017, a implementação, o quanto é importante que a instituição abrace o VAR, que não é algo só de árbitro, é institucional, é muito interessante. E é bom lembrar sempre que este é um processo que deve caminhar passo a passo com o que trabalha o IFAB no seu protocolo – acrescentou Seneme.

As Federações de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo enviaram representantes ao evento. Interessados em levar a ferramenta para os seus respectivos campeonato estaduais, os profissionais acompanharam atentamente a programação e elucidaram dúvidas com Dirk Schlemmer.

A programação tem duração de três dias e segue nesta terça-feira (20). Sebastian Runge, chefe de tecnologia do IFAB, é um dos próximos palestrantes e vai falar sobre os principais aspectos para a implementação do VAR.

Informações: www.cbf.com.br