Avaí/Kindermann enfrenta o Corinthians em busca de título inédito do Brasileirão Feminino

Torcedor, está preparado para as finais do Brasileirão Feminino A1? O primeiro jogo das finais é no domingo, entre Avaí/Kindermann e Corinthians. A equipe catarinense está na fase decisiva da competição após seis anos, e enfrenta o time com melhor desempenho durante o torneio. 

O primeiro duelo será na Ressacada, no dia 22, às 20h – com transmissão de Band, ESPN e a página @BRFeminino no Twitter. A expectativa é de consolidar o trabalho que vem sendo realizado no clube desde as últimas temporadas. Com planejamento, conseguiram alcançar degraus mais altos – em 2018, pararam nas quartas-de-final; no ano seguinte chegaram nas semis, e agora estão nas finais.

“Eu vejo a mentalidade do clube muito diferente. Já estou há oito anos aqui e acompanhei muito desta evolução. Nesses últimos quatro anos fizemos um trabalho que nos possibilitou subir de posição a cada ano. Isto é gratificante, porque nós conseguimos ver que tudo anda no caminho certo. Além disso, conseguimos manter 80% do elenco”, disse Tuani, capitã da equipe, ao site da CBF. 

(Foto: Reprodução/Avaí/Kindermann)

O bom desempenho deste ano passa pelo setor ofensivo da equipe, o melhor do torneio, com 46 gols em 19 partidas. Lelê e Catyellen disputam a artilharia da competição, enquanto Duda e Julia Bianchi lideram em passes para gol. O bom desempenho atraiu a atenção da Seleção Brasileira, e a dupla de meio-campistas foram convocadas, juntas da goleira Bárbara.

Para chegar às finais, elas enfrentaram times de tradição no futebol brasileiro nas fases de mata-mata. O primeiro adversário foi o Internacional, derrotado pelo placar agregado de 4 a 3. Na fase seguinte, o oponente foi o São Paulo, despachado por 3 a 2 no resultado geral.

Agora é a vez de enfrentar outro paulista: o Corinthians, dono da melhor campanha. Na primeira fase, as atletas do Timão não tomaram conhecimento das adversárias e somaram 42 pontos – 9 a mais do que o Santos, segundo colocado. 

Para Tuani, as palavras de ordem para encarar o desafio são confiança e preparação. “Nós vamos nos preparar muito para as finais. A nossa equipe é muito intensa e muito focada. Nós sabemos que temos potencial. Vamos buscar bons resultados sempre. O Corinthians é uma equipe com banco de reservas forte, equipe conjunta e jogadoras qualificadas”, ressaltou.

Na tarde desta sexta-feira (20), tivemos um media day da decisão na sede da CBF. O presidente da entidade, Rogério Caboclo, destacou a importância do desenvolvimento da modalidade: “Para mim, falar de futebol feminino, é falar de prazer, de paz, de amor e de inspiração. É um pouco daquilo que a gente tem a dizer aqui hoje. Queria reafirmar o meu compromisso com o futebol feminino.”

Aline Pellegrino, ex-jogadora e atual Coordenadora de Competições Femininas da CBF, falou sobre a dedicação empenhada para a realização do campeonato em um momento atípico: “Quero agradecer a todos os departamentos que fizeram isso acontecer. Por trás desse evento tem todo um time trabalhando para o futebol das mulheres. É um ano difícil, muitas pessoas acharam que o futebol feminino não teria a manutenção das competições e a gente consegue, nesta fase, trazer os grandes estádios, o árbitro de vídeo, etc.”

A Federação Catarinense de Futebol fica na torcida por um resultado positivo! Temos confiança no trabalho das atletas e comissão técnica e acreditamos que elas trarão o troféu inédito para a casa, demonstrando a força destas talentosas jogadoras e do futebol feminino de Santa Catarina!

(Foto: Mariana Sá/CBF)