Prove que é um ser humano: 10   +   8   =  

Arbitragem pronta para o Catarinense SICOOB Série B 2018

A Federação Catarinense de Futebol e o Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Santa Catarina – SINAFESC realizaram em parceria nos dias 08 e 09 de junho, em Blumenau, a segunda Pré-Temporada da Arbitragem Catarinense2018, direcionada aos árbitros(as) e assistentes que atuarão no Campeonato Catarinense SICOOB Série B. Todas as atividades teóricas e práticas foram realizadas no Complexo Esportivo do SESI. A Pré-temporada do Catarinense Série B teve apoio fundamental da Liga Blumenauense de Futebol – LBF.

Durante os dois dias de atividades os árbitros (as) e árbitros auxiliares tiveram acesso a palestras dos instrutores da FCF e demais atividades físicas e teóricas. A metodologia dos vídeo testes foi novamente aplicada, já que proporciona o debate de lances de alta dificuldade exibidos em material audiovisual e o esclarecimento das marcações.

Os instrutores da Federação Catarinense de Futebol foram responsáveis por ministrar as palestras: o Diretor do Depto. De Arbitragem, Marco Antônio Martins,o Instrutores Vayran da Silva Rosa, Érica Gonçalves Krauss e Cantucho João Setubal. As atividades físicas serão aplicadas pelo Coordenador da Preparação Física da FCF, Jolmerson de Carvalho.


Um dos objetivos da Pré-temporada também é seguir exercitando a busca pela padronização dos critérios e marcações das equipes de arbitragem, repassando e atualizando a forma sistemática o conteúdo das Diretrizes Técnicas e do Livro de Regras do Futebol 2017/2018. Também foram repassadas aos participantes as orientações gerais da CA-FCF, visando uniformização dos critérios de arbitragem nas competições estaduais e regionais.

As palestras, as analises de vídeo teste, assim como as atividades práticas e físicas complementam a preparação dos árbitros e assistentes. O foco das atividades é para a Regra 11 – Impedimento e para a Regra 12 – Faltas e Incorreções.

A aplicação para árbitros envolve deslocamento, posicionamento, ângulo de visão, conceitos técnicos para interpretação das situações de mãos, faltas, entradas, faltas táticas, controle da área penal, leitura tática de jogo e antecipação e trabalho em equipe nas situações de Regra 11 e 12.

Já a aplicação das instruções para assistentes têm direcionamento para posicionamento, deslocamento (corridas frontais, laterais), ângulo de visão, alinhamento com o penúltimo defensor ou a bola, nas situações de Regra 11 (Interferir no jogo, no adversário e ganhar vantagem) e Regra 12 (faltas dentro e fora da área, trabalho em equipe, contato visual); passagem rápida (saída do zagueiro e entrada do atacante).