9   +   7   =  

Presidente da FCF manifesta preocupação na CBF

A permanente preocupação com o tratamento dispensado ao futebol catarinense, em todas as competições nacionais disputadas pelos clubes catarinenses, levou o presidente da FCF, Rubens Renato Angelotti mais uma vez à sede da Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro. As mais recentes reclamações do seu filiado Avaí futebol Clube no que diz respeito às arbitragens, culminando no domingo passado no jogo contra o Oeste, na Ressacada, quando o clube manifestou fortes reclamações contra a arbitragem da partida, exigiu, com mais veemência uma posição de alerta.

Ao longo do dia, Rubens Angelotti visitou alguns setores da CBF, tendo pela manhã sido recebido pelo presidente da entidade Antônio Carlos Nunes de Lima, com quem tratou de assuntos como o atual estágio do processo de legado da Copa do Mundo, que deverá contemplar as federações estaduais que não participaram da competição mundial realizada no Brasil em 2014.

No meio da tarde, acompanhado por seu diretor do Departamento de Arbitragem Marco Antônio Martins e pelo presidente do Avaí, Francisco Batistotti, o presidente da FCF foi recebido pelo presidente da Comissão de Arbitragem, Marcos Cabral Marinho de Moura. Na oportunidade foi apresentado um relato sobre a atuação do árbitro gaúcho Daniel Nobre Bins, no jogo Avaí x Oeste, no último sábado, na Ressacada em Florianópolis e considerada altamente prejudicial ao clube catarinense.