7   +   6   =  

Homenagens marcam a solenidade de abertura da Pré-temporada 2019

A solenidade de abertura da Pré-Temporada da Arbitragem Catarinense 2019 aconteceu na noite desta 5ª feira (10), no auditório do Complexo Esportivo do Sesi, em Blumenau. A Federação Catarinense de Futebol e o SINAFESC, receberam autoridades, dirigentes, homenageados, além dos árbitros e assistentes participantes.

Homenagens marcaram a solenidade de abertura oficial, a FCF e o SINAFESC enalteceram a biografia de duas referências da arbitragem catarinense, Dalmo Bozzano, o primeiro árbitro catarinense a ingressar no quadro da FIFA e Bráulio da Silva Machado, promovido ao quadro internacional em 2019. O superintendente da FCF, Lédio D´Altoé, representou o presidente Rubens Renato Angelotti, que não pode comparecer, mas enviou uma mensagem audiovisual aos participantes destacando a importância dos profissionais que atingem o ápice. “Tanto o passado com Dalmo Bozzano como o presente com Bráulio Machado, justificam o esforço de hoje em busca de um futuro como dos nossos homenageados”.

Também compuseram a mesa de autoridades, o diretor do Departamento de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol e líder do projeto Árbitro de Vídeo – VAR, Sérgio Correia, o presidente do SINAFESC, Hélio Prado, o presidente da Liga Blumenauense de Futebol, Luiz Carlos Koch, o ex-árbitro Dalmo Bozzano e o deputado estadual Ricardo Alba.

Para homenagear o ex-árbitro e primeiro catarinense a ingressar no quadro da FIFA, Dalmo Bozzano, ex-companheiros de arbitragem e catarinenses que já integraram o quadro FIFA foram convidados para presenciar de perto a entrega da placa da FCF e do SINAFESC. O ex-árbitro, atual membro da Comissão de Arbitragem da FCF e amigo Cantucho João Setubal fez a entrega da placa a Dalmo Bozzano, sob calorosa salva de palmas.

Convidado a fazer uso da palavra, Dalmo Bozzano, fez reiterados agradecimentos à arbitragem, ao futebol, à imprensa e à Federação Catarinense de Futebol, saudando ainda amigos e companheiros de arbitragem. “Gostaria de agradecer todo o carinho que tenho recebido e a lembrança da Federação Catarinense de Futebol, Entidade que trabalhei com muita dedicação durante décadas. Tenho na memória cada escala, cada jogo, seja aqui em Blumenau ou do outro lado do Atlântico. Sempre tratei a arbitragem com muito carinho e principalmente, seriedade. Em troca a arbitragem me deu tudo que tenho, uma carreira, amigos e conquistas, inclusive a maior delas, trazer para o eu Estado o inédito escudo da FIFA”.

Prosseguindo com as homenagens, o superintendete da FCF, Lédio D´Altoé, representando o presidente Rubens Renato Angelotti, fez entrega oficial do escudo da FIFA 2019 ao árbitro catarinense Bráulio da Silva Machado, que não conteve suas lágrimas. Bráulio ainda recebeu a credencial de identificação de membro da FIFA, das mãos do diretor do Departamento de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa. “É a realização de um grande sonho, fruto de trabalho, dedicação e esforço. Estou muito feliz e agradeço a todos participam e me acompanham nessa jornada”, comentou ! , só contando com não consigo descrever

Em seguida, o ex-árbitro Dalmo Bozzano foi convidado para fazer a entrega da placa de homenagem da FCF e do SINAFESC a Bráulio da Silva Machado, pelo ingresso no quadro internacional da FIFA.

Após as homenagens e as mensagens dos membros da mesa diretiva, a solenidade de abertura foi encerrada e os trabalhos da pré-temporada prosseguiram com a dinâmica Perfil do Árbitro, executada pelo líder do Projeto Árbitro de Vídeo no Brasil, Sérgio Corrêa.

Os homenageados  

Dalmo Bozzano
A ascensão de Bráulio Machado ao quadro da FIFA provoca uma mudança na velha maneira de avaliar Dalmo Bozzano. Sai “o único que chegou aos quadros da FIFA” e entra “o primeiro a chegar aos quadros da FIFA”. Uma pequena mudança que não altera o conceito sobre o valor de referência desta figura máxima da arbitragem de Santa Catarina.

Indiscutivelmente neste campo, o futebol catarinense deve ser separado no antes e depois do Dalmo. Mesmo que seus mais duros críticos e adversários fossem implacáveis com a adjetivação ao seu trabalho – “autoritário” para alguns e até “arrogante” para outros – a verdade é que Dalmo Bozzano era sim, rigoroso consigo mesmo na justa aplicação das regras do futebol.

Os cronistas esportivos e os dirigentes que se proclamavam seus críticos, não hesitavam em querer sua presença nos jogos mais importantes como o clássico da Capital Avaí x Figueirense, que ele apitou 44 vezes, ou nos duros embates entre Joinville x Criciúma, à época duas das maiores forças do futebol catarinense.

Poucos queriam o Dalmo quando mandantes, mas exigiam o Dalmo quando visitantes. O jogo era uma “pedreira”? Escala o Dalmo. Era a comprovação do respeito que todos nutriam pelo precursor do sucesso da arbitragem catarinense em nível internacional.

Dono de uma carreira recheada com mais de 1.600 jogos, incluindo-se partidas nacionais e internacionais (eliminatórias para a Copa do Mundo e Libertadores da América) hoje Dalmo Bozzano desfruta da tranquilidade e do conceito obtido ao tempo em que estabeleceu como regra, cumprir a regra.

Bráulio da Silva Machado
O catarinense Bráulio da Silva Machado gesticulou suas primeiras marcações no ambiente do futebol nas competições amadoras. Na praia de Itapirubá, no município de Laguna, onde nasceu, apitava as populares “peladas” para tomar refrigerante e participar do churrasco de confraternização dos jogadores.

Após pegar gosto pelo ofício da arbitragem informalmente, iniciou sua carreira atuando no Campeonato Não Profissional da Liga Imbitubense de Futebol em 2005. Já decidido a se tornar árbitro de futebol, buscou a formação na Escola Catarinense de Arbitragem Gilberto Nahas concluindo o curso no ano de 2009.

Apto, deu sequência à evolução na carreira ingressando no quadro de árbitros da Federação Catarinense de Futebol no ano de 2010. A experiência com mais de dois anos atuando em competições de todas as categorias no Estado, fez com que fosse indicado em 2012 para integrar o quadro de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol.    

Após sete anos dedicando empenho e servindo o futebol brasileiro atuando em partidas Brasil afora como expoente da arbitragem catarinense, Bráulio da Silva Machado foi somando atuações de alto nível. Em 2015 foi promovido à categoria de aspirante FIFA. Arbitrou partidas que consagraram campeões no Brasileiro da Série D já em 2015, no Brasileiro Série B em 2016  e na Série A em 2017.   

O desempenho destacado nas competições nacionais e a regularidade das atuações em alto nível impulsionaram o catarinense ao quadro de árbitros da FIFA em 2019. Aos 39 anos, Bráulio da Silva Machado chega ao posto almejado por todos na arbitragem, ser árbitro da FIFA, ser uma referência na arbitragem catarinense, um exemplo a seguir!