Bola rolando no Campeonato Catarinense Série A 2015

A 91ª edição do Campeonato Catarinense Série A começou na tarde este sábado (31) com uma partida, quatro gols e a certeza de que a expectativa só aumentará jogo a jogo, para aquele que promete ser o melhor campeonato de futebol da história de Santa Catarina. O Estado conta com cinco clubes filiados à Federação Catarinense de Futebol classificados entre aos 40 melhores do País, sendo que quatro estão na elite do futebol nacional. O futebol catarinense atinge seu apogeu no cenário do futebolístico brasileiro em 2015. Para alegria e satisfação do torcedor catarinense, a bola começou a rolar!

A partida de abertura aconteceu no acolhedor Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, onde o Criciúma superou o Guarani de Palhoça, que retorna da Série B, por 3 a 1. Com muitas mudanças em relação ao grupo de 2014, o Criciúma fez o dever de casa e somou os três primeiros pontos na competição.

Jogadores comemoram o gol de Lucca, o terceiro gol do Criciúma. Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC

Jogadores comemoram o gol de Lucca, o terceiro gol do Criciúma.
Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC


O primeiro gol do Catarinense Série A 2015 aconteceu aos 8 minutos do 1º tempo, Bruno Lopes recebeu cruzamento e mandou o fundo da rede do Guarani, 1 a 0.Ainda no 1º tempo, aos 40 minutos, Roger Guedes recebeu na área, ganhou do defensor e marcou um belo gol, 2 a 0.

O terceiro gol do Tigre veio logo no início do 2º tempo, aos 5 minutos, com Lucca batendo falta com muita categoria, 3 a 0. O Guarani descontou na sequência aos 9 minutos com Joílson marcando contra, 3 a 1.

Presença do Presidente
O Presidente da Federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, que participou de toda pré-temporada da arbitragem catarinense realizada em Nova Veneza, município vizinho a Criciúma, acompanhou a primeira partida da competição, no Estádio Heriberto Hülse, na capital catarinense do carvão.
IMG_8558

Ficha técnica:
Criciúma
Bruno; Ezequiel, Rafael Pereira, Joílson e Danilo Tarracha; Barreto, Luizinho Mello (Dodi), Cléber Santana e Roger Guedes; Lucca (Rafael Rodrigues) e Bruno Lopes (Ruan).
Técnico Luizinho Vieira.

Guarani de Palhoça
Rodrigo Rocha; Cleiton Garcia, Marcão, Fábio Fidelis e Paulo Vitor; Xipote, Gustavo Santos (Ildemar), Michel e Hégon (Cristian Porto); Diogo Dolem (Felipe Oliveira) e Vitinho.
Técnico: Amaro Júnior.

Árbitro: Heber Roberto Lopes.
Assistentes: Eder Alexandre e Thiago Americano Labes.
Gols: Bruno Lopes, 8/1T; Roger Guedes, 40/1T; Lucca, 5/2T (Criciúma); Joílson (Contra), 9/2T; (Guarani de Palhoça).
Cartões amarelos: Rafael Rodrigues, 35/2T; (Criciúma); Marcão, 26/2T (Guarani de Palhoça).
Público: 3. 596 pessoas
Renda: R$ 41.940