Criciúma é absolvido no Pleno do STJD

O futebol catarinense conquistou uma importante vitória na Justiça Desportiva na tarde desta 5ª feira (07). Na sessão do Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, o Criciúma foi absolvido da denuncia no Processo nº138/2014 e recuperou 3 importantes pontos conquistados na vitória sobre o Goiás, na partida válida pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com a absolvição o Criciúma soma 15 pontos e ocupa a 13ª colocação, após 14 rodadas.

delfim-defesa-trigre-stjd

No destaque da imagem, o Presidente da Federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho e os dois responsáveis pela absolvição do clube barriga verde na tarde de hoje.

No julgamento da tarde de hoje, a defesa do Tigre novamente defendeu a tese de que não havia recebido informação sobre as punições das federações de Mato Grosso do Sul, Paraná e da Confederação. De que o atleta Cristiano tinha quatro jogos de suspensão para cumprir, sendo induzido ao erro da escalação.

O advogado Osvaldo Sestário, que conduziu a defesa do Criciúma solicitou ao Presidente Dr. Caio Rocha, que autorizasse  o depoimento do Presidente da Federação Catarinense de Futebol, sobre o trâmite usual da Entidade a qual preside no quesito de informação de penalidades. Durante aproximadamente 15 minutos, o Dr. Delfim Peixoto Filho expôs os procedimentos aplicados na Federação Catarinense de Futebol e a integração entre o Departamento de Registros e Transferências e o Tribunal de Justiça de Desportiva.

Além do advogado Osvaldo Sestário, o Diretor Jurídico do Criciúma, Albert Zilli dos Santos, compôs o trio que contribuiu para o embasamento da tese consagrada pela absolvição do Tigre no Pleno do STJD.